PUBLICAÇÃO: Lapidando Taletos, uma história construída por muitas mãos

Publicação
13/04/2022 - 20:17:00
Atualização
14/04/2022 - 11:22:37

Lapidando Taletos, uma história construída por muitas mãos

Lapidar: facetar ou polir pedras preciosas. Crianças são pedras preciosas que devem ter seus talentos lapidados. O Projeto Lapidando Talentos tem por objetivo ajudar os mais jovens por meio da música a buscar seu real talento e lapidá-los. Há seis anos em funcionamento, o projeto já ajudou a descobrir muitos talentos.

No entanto, isto só foi possível devido a participação de muitas mãos unidas que deram apoio para que o trabalho fosse desenvolvido. O professor Rafael Fachin tinha em mente a ideia de realizar um projeto social voltado para crianças, mas como conseguir? Com o apoio da Enercan – Campos Novos Energia S.A. e da empresa Votorantim Cimentos Ltda., a ideia se transformou em uma oficina de música que hoje atende gratuitamente 80 alunos em idade escolar. O Instituto Humaniza é responsável pela produção cultural.

Rafael fala em nome dos demais professores sobre a alegria de poder participar na formação de crianças que, assim como ele no passado, tem poucas condições. “Eu queria ter um projeto social para ajudar crianças com mais dificuldades. Eu vim de uma família humilde que não tinha muitas condições. Minha motivação era ajudá-las. No início foi muito difícil, pois não tinha apoio. Em pouco tempo fomos abraçados pela Enercan. Desde a primeira edição eles nos patrocinam e a Prefeitura de Campos Novos cede o espaço para realizarmos as oficinas. Essa parceria significa a realização desse trabalho. Através do Instituto Humaniza conseguimos realizar o projeto e cuidar da parte burocrática e estamos colhendo bons frutos”, relata. 

Que bons frutos foram esses? Rafael responde: “foram sete anos de muita luta e muitas glórias. Não há palavras que expressem a minha gratidão ao observar uma criança aprendendo e tocando um instrumento. Os outros professores tem o mesmo sentimento. Trabalhamos juntos com a mesma missão de ajuda-las se desenvolverem. Muitos alunos se destacam e nos deixam felizes. Temos alunos que participaram de festivais e saíram vencedores”, declara feliz.

Como professor, Rafael sabe da importância dos mais jovens estarem envolvidos em atividades como essas no qual dedica-se tempo para a aprendizagem de um instrumento musical. Os benefícios na vida dos alunos, vão além do conhecimento musical. “A música te abre muitos caminhos e portas boas. A criança que está aqui dentro está segura, pois não está lá fora exposta a tantos perigos, como as drogas e o uso indiscriminado do celular. Este projeto tem muito o que fazer pelas crianças e adolescentes. A música pode nos tirar de lugares ruins. Pode não levar a fama, mas ajuda a manter o equilíbrio e a buscar muitos caminhos”, afirma.

Autodidata, Rafael é graduado e pós graduado em música, uma paixão de criança que ele quer deixar como legado para muitos jovens. As oficinas do Lapidando Talento acontecem as terças-feiras com aula de percussão e bateria, com o professor Ismael Pacheco Gomes. Na quarta é o professor Rafael Fachin que ministra aula de teoria musical e acordeom. Na quinta-feira o professor Marcos Moraes dá aula de violão e violino, além de aulas de canto e coral. O projeto funciona de fevereiro a dezembro. Os alunos no decorrer do ano fazem apresentações pelo município. 


Galeria de Imagens


Nome do Autor: Instituto Humaniza
Fonte da Publicação: Instituto Humaniza

Compartilhe: