PUBLICAÇÃO: Projeto GeraAção – A Energia da Arte: promovendo gerações mais conscientes e responsáveis

Publicação
27/04/2022 - 15:04:00
Atualização
27/04/2022 - 15:06:46

Projeto GeraAção – A Energia da Arte: promovendo gerações mais conscientes e responsáveis

A equipe do Instituto Humaniza prepara uma série de eventos itinerantes voltados a educação ambiental por meio de atividades culturais.

Viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto GeraAção – A energia da Arte, idealizado e coordenado pelo Instituto Humaniza, tem como objetivo fomentar a preservação e educação ambiental através da cultura e da arte. Como fazer isso? Por meio de ações itinerantes envolvendo alunos e professores espera-se sensibilizar a comunidade para o desenvolvimento de comportamentos ambientalmente corretos que mudam realidades e consolidam culturas. Em 2022, as cidades de Antônio Prado e Nova Roma do Sul, no Rio Grande do Sul, receberão o projeto. As atividades iniciam a partir do dia 25 de maio, gratuitamente.

Através de palestras, peças teatrais, realização de concursos e distribuições de livros educativos, os participantes terão acesso a um mundo de grande conhecimento. Dividido em diversas etapas: Apresentações de peça teatral nas escolas; Realização de um teatro-fórum para educadores e agentes culturais com o Grupo Teatral Arte In Cena; Distribuição do livro Planeta Energia; Realização de Concurso artístico e literário entre alunos com premiação; Palestra: A Vida Imita A Arte para professores, ministrada pela presidente do Instituto Humaniza, Magna Regina Barp.

O diretor de projetos do Instituto Humaniza, Dener Souza, ressalta a relevância deste projeto como incentivador de boas práticas na comunidade. “Nós queremos fortalecer a criação de uma cultura de sustentabilidade introduzida no ambiente escolar a partir de atividades culturais. Nosso objetivo é ajudar a comunidade a mudar sua consciência e a ter reponsabilidade com o meio ambiente. O projeto GeraAção fomenta a arte e a cultura atreladas a fundamentos de educação ambiental, sustentabilidade, preservação ambiental”, afirma. As crianças de escolas públicas, especialmente do 3° ao 5° ano, e os professores são os multiplicadores deste conhecimento.

De acordo com Cleonice Godoy, da empresa Ceran, esta iniciativa tem papel fundamental na formação dos participantes. "Apoiar iniciativas educacionais, é contribuir com a formação e a cultura de uma sociedade A Ceran é uma empresa que valoriza e reconhece a importância de projetos que abordam a educação e a cultura, uma vez que trabalhadas em conjunto tornam-se aliadas do processo de ensino aprendizagem. O projeto GerAção é um exemplo de que a educação e a cultura são elementos socializadores que tem esse diferencial na sua metodologia de execução", declarou.

‘Ayê, a rã de três olhos’, peça teatral destinada às crianças e ‘Sobre asas de Papel, destinadas aos professores, são apresentações que utilizam o lúdico para trazer lições e ensinamentos importantes essenciais. Alunos são apresentados ao mundo ecológico para que entendam a importância da natureza para a humanidade. Professores são levados a refletir sobre seu papel na vida dos alunos. Quem participa do Projeto GeraAção não sai da mesma maneira que entrou, pois são profundamente tocados e transformados pelas vivências apresentadas por profissionais que sabem que a educação é o melhor caminho para humanizar verdadeiramente as pessoas.

Contudo este projeto só é possível devido ao empenho de empresas que apoiam e patrocinam a difusão do conhecimento. Através da Lei de Incentivo à Cultura, a Ceran - Companhia Energética Rio das Antas é a patrocinadora do projeto que nos anos anteriores percorreu as cidades da Serra Gaúcha. 

Lei de Incentivo à Cultura, produção cultural do Instituto Humaniza, patrocínio da Ceran – Companhia Energética Rio das Antas, apoio da Prefeitura Municipal de Antônio Prado, e da Prefeitura Municipal de Nova Roma do Sul, realização da Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal.


Galeria de Imagens


Nome do Autor: Instituto Humaniza
Fonte da Publicação: Instituto Humaniza

Compartilhe: